Fatos e Versões‎ > ‎

Gripe Suina e Obesidade

Gripe suína: especialistas se surpreendem com a gravidade entre os obesos (Época 5/7/09)

O CDC dos EUA declara que os obesos surpreendentemente estão no grupo de risco em relação à gripe suína.

 

Comentário meu:

Não sei de onde vem a surpresa dos doutores alopáticos. A obesidade tem sido uma das maiores agressões ao organismo nos últimos tempos. Não é por acaso que a vida média nos EUA está caindo e irá cair mais ainda. O erro alimentar leva o organismo a se adaptar para dar conta da sobrecarga. Com isso, joga grande parte dos sistemas orgânicos em degeneração, inclusive o sistema imune. Além disso, os adoçantes químicos como aspartane, sucralose, os aditivos químicos, e toda a lixarada da indústria alimentar, bloqueiam o sistema de defesa do organismo, sobretudo a chamada imunidade celular, que é a grande responsável pela defesa em relação aos vírus.

A imunidade celular é o principal sistema de defesa celular e do organismo. Ela se dá sobretudo pelo processo de oxidação celular (oxigênio e óxido nítrico) ao nível das mitocôndrias. O vírus é oxidado/queimado no interior da célula.  É notório o bloqueio oxidativo nos obesos, nos doentes crônicos, e em parcela expressiva de pessoas ditas “normais” -  ainda não tiveram tempo para manifestar a doença em termos lesionais.

Entre as situações fisiológicas normais a grávida se destaca, pois na gravidez ocorre um bloqueio fisiológico da imunidade celular para o organismo da mãe tolerar o feto (corpo estranho).

É curioso notar como a medicina oficial concebe o adoecimento humano.  Para ela só existe vírus e remédio (droga, vacina).  Reproduz como sempre a equação uma doença uma droga (no inglês one ill one pill). Onde está o organismo humano que convive com sucesso há milhões de anos com vírus e toda a sorte de microorganismos? Ele só costuma ser derrotado pela fome, pelo stress, pela toxidade, e pela ignorância humana. Desqualificar o organismo humano e não entender o maravilhoso sistema que mantém a vida e a ordem no organismo é a maior delas. A cultura não dá recursos para as pessoas entenderem isso. Elas são expropriadas e ficamos nas mãos dos experts. Nesse caso, a ordem médica de mãos dadas com a indústria farmacêutica. O public relation (PR) dessa indústria é de grande competência. Cria sutilmente o pânico e depois nada de braçada.  Veja os casos recentes da gripe do frango, do antraz do 11 de setembro, do SAARS, etc.. A OMS que antes mantinha razoável independência caiu completamente nas mãos da big phamar.

O que fazer?  Não entre no medo da doença. O medo desestabiliza o organismo como um todo, sobretudo, bloqueia o sistema de defesa celular  (imunidade celular), pelos níveis elevados de hormônios de stress (cortisol, e outros esteroides). Conecte com seu organismo e mantenha um estilo de vida saudável (ver em outros artigos do site). Não use alopáticos.  Reponha Omega 3, Vit C, Vit D, faça atividades físicas, tome sol regularmente. Caso seja acometido pela gripe aumente a dose de Vit C para 6 g/dia, use N-Acetilcisteina e procure um médico ortomolecular.