Informações‎ > ‎

O que é Hidrocolonterapia?

Hidrocolonterapia é um método de limpeza e revitalização dos intestinos através de um sistema fechado de lavagem intestinal.

A lavagem intestinal tem sido um instrumento terapêutico de eficácia comprovada há milênios (Egito Antigo, Índia, Grécia Antiga, etc.). A própria medicina ocidental a usou muito, mas na era dos remédios químicos a lavagem intestinal ficou completamente abandonada. Hoje em dia, os médicos só a utilizam para o preparo intestinal (cirurgia e exames). No entanto, com as facilidades tecnológicas esse método tem sido resgatado nas últimas décadas, obtendo um grande sucesso na abordagem de inúmeras doenças e logrando progressiva aceitação entre a clientela e os profissionais de saúde europeus e norte-americanos.

Quem precisa de hidrocolonterapia?
Muitas pessoas sofrem hoje de disbiose - desequilíbrio na relação normal entre a flora intestinal e o homem. Devido a comida esterilizada e desnaturada, má nutrição e hábitos de vida inadequados, poluição ambiental, abuso de tóxicos e de medicamentos, o equilíbrio entre o homem e os microorganismos é perdido. Passam a preponderar as bactérias intestinais que provocam doenças, em detrimento da flora normal. A capacidade defensiva do organismo é prejudicada, já que 80% do sistema imune está localizado nas paredes dos intestinos delgado e grosso. A membrana mucosa do intestino grosso é a primeira e mais importante linha de defesa contra as toxinas. O fígado, os rins, o sistema linfático, os pulmões e a superfície da pele seguem em segundo lugar. A limpeza mecânica e biológica dos intestinos, promovida pela hidrocolonterapia, e a reposição da flora intestinal normal são fundamentais no tratamento de todos os casos de disbiose.


O material tóxico acumulado nos intestinos, ao invés de ser eliminado, passa a ser reabsorvido, produzindo uma auto-intoxicação do organismo. O crescimento de bactérias e fungos gera processos de decomposição de material fecal e liberação de substâncias tóxicas, muitas delas voláteis, que passam imediatamente para o sangue e podem ser percebidas pelo hálito do indivíduo. O processo de auto-intoxicação é responsável pela sobrecarga de todo o organismo, especialmente do fígado e sistema linfático abdominal, provocando o aparecimento de várias doenças e acelerando o processo de envelhecimento.

Podem ser atribuídos à auto-intoxicação e ao mau funcionamento do intestino, sintomas como fadiga, depressão, falta de concentração, perda de vitalidade, agressividade, medo excessivo, envelhecimento precoce. Doenças infecciosas, inflamatórias, reumáticas, musculares e articulares, de pele (como acne, psoríase, pigmentações), alergias, enxaquecas, hipertensão arterial, entre outras, também tem sido atribuídas à auto-intoxicação e consideradas indicações para a hidrocolonterapia.

Grande parte da população de nosso mundo civilizado sofre de constipação intestinal. Os intestinos cessam sua movimentação normal, pela má nutrição, má oxigenação e toxicidade intestinal durante anos. O lixo, incrustações e substâncias duras acumuladas nas vilosidades intestinais prejudicam o movimento peristáltico e consequentemente a progressão dos conteúdos intestinais. Na busca de algum alívio, o paciente constipado lança mão de laxativos cada vez mais fortes, quase todos com efeitos deletérios sobre os intestinos.

Quais os efeitos da hidrocolonterapia?
A hidrocolonterapia promove uma limpeza mecânica do intestino, retirando as fezes acumuladas e incrustações das vilosidades intestinais.
Revitaliza os intestinos, devolvendo-lhes o tônus e o ritmo, prevenindo e/ou tratando a constipação intestinal e as doenças degenerativas do intestino, como pólipos, divertículos e câncer.
Desintoxica os intestinos e, pela recuperação da permeabilidade de sua mucosa, facilita a drenagem do fígado e das vias biliares, do sistema linfático e dos órgãos pélvicos. 
A hidrocolonterapia constitui ainda peça fundamental em programas preventivos, de revitalização e anti-aging (envelhecimento).
Em resumo, a hidrocolonterapia é, sem dúvida, o principal recurso hoje disponível para a desintoxicação de todo o organismo.

Intestinos saudáveis são a base para um corpo saudável.
O que você pode fazer?
- Lavar seus intestinos com a hidrocolonterapia
- Mudar seus hábitos alimentares
- Praticar exercícios físicos.

Como é realizada a hidrocolonterapia?
Como um sistema fechado de lavagem intestinal, com monitorização de temperatura, pressão e volume, a hidrocolonterapia oferece maior comodidade, segurança e eficácia que os métodos tradicionais de lavagem. Deitado confortavelmente na maca, o paciente recebe, através de um tubo plástico, a água na temperatura indicada, que dissolve os conteúdos intestinais, drenados por um sistema tubular fechado para o sistema de esgoto. O visor do aparelho permite observar os conteúdos intestinais eliminados, facilitando o acompanhamento de cada paciente. Com uma leve massagem na parede abdominal, o terapeuta pode sentir as zonas problemáticas e conduzir o tratamento. A possibilidade de regulação da temperatura da água e de alternância frio-quente estimula o intestino a reassumir sua atividade, transportando os conteúdos estagnados para fora dos intestinos. A adição de oxigênio favorece o desenvolvimento das bactérias da flora normal enquanto destrói bactérias causadoras de doenças. Além disso, temos a opção de realizarmos a terapia por cor (colorterapia) via intestinal.

O número e freqüência da terapia dependem da situação de cada paciente. A rotina costuma ser de oito seções num período de seis semanas, e uma manutenção mensal ou bimensal de acordo com cada caso.